Estudos & Pesquisa

Estudos & Pesquisa Científica

O centro de fisioterapia Neuromovimento possui uma estreita ligação com a pesquisa & desenvolvimento de estudos científicos com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e o tratamento dos pacientes. A pesquisa permite compreender e aperfeiçoar os tratamentos empregados em nosso atendimento e, por sua vez, trazer para a sala de fisioterapia sempre o que há de melhor e inovador no tratamento de pacientes com distúrbios do movimento e do equilíbrio corporal.

 

A seguir estão descritas as linhas de pesquisas desenvolvidas em parcerias com a Universidade Estadual de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), pela Profa. Ft. Dra. Flávia Doná e as suas áreas de atuação.

1. Avaliação Funcional do Equilíbrio Corporal e da Audição

 

Objetivo: Esta linha de pesquisa é interdisciplinar e dedica-se ao estudo de alterações funcionais, de origens diversas, do equilíbrio corporal e da audição que possibilitam e orientam a seleção personalizada dos exercícios de reabilitação vestibular. Audiometria, imitanciometria e outros testes audiológicos são fundamentais na avaliação de pacientes que apresentam perda auditiva, zumbido no ouvido, hipersensibilidade a sons e outros sintomas auditivos associados aos distúrbios do equilíbrio corporal. Nistagmografia, Posturografia e testes do equilíbrio funcional são essenciais na avaliação do equilíbrio corporal em pacientes com vertigem e outros tipos de tontura, desequilíbrio,quedas e manifestações neurovegetativas. Os testes auditivos e vestibulares são também valiosos no acompanhamento da evolução clínica dos pacientes submetidos à reabilitação vestibular.
 

2. Reabilitação dos Distúrbios do Movimento e do Equilíbrio Corporal

 

Objetivo: Esta linha de pesquisa dedica-se ao estudo dos mecanismos de ação e eficácia da reabilitação dos distúrbios do movimento e do equilíbrio corporal (Exemplo: vestibulopatias, doença de Parkinson, acidente vascular cerebral, esclerose múltipla dentre outros) habitualmente utilizados, e à elaboração de novos programas terapêuticos que atendam ao tipo de disfunção de cada paciente, de acordo com os sinais de comprometimento periférico ou central identificados na avaliação cinético-funcional. Os programas de intervenção são compostos por exercícios convencionais, realidade virtual e outras tecnologias.

 

Área de Atuação:

 

Reabilitação vestibular ou fisioterapia vestibular

Biomecânica da marcha e do equilíbrio corporal

Tratamento e prevenção de acidentes por quedas

Fisioterapia na doença de Parkinson

Fisioterapia Gerontológica

Realidade Virtual como recurso terapêutico nos distúrbios do equilíbrio corporal e da marcha

Produções Científicas / Artigos

Grupo de Estudo e Pesquisa em Transtornos do Movimento e Envelhecimento